Boa Noite! Terça-feira, 2 de Setembro de 2014
  Inversores de Carga Solprime


CONHECENDO OS INVERSORES DE CARGA

POTÊNCIA
MODELO
ENTRADA
SAÍDA
150 W
P 150
12 OU 24 V
110/220 V
300 W
P 350
12 OU 24 V
110/220 V
600 W
P 600
12 OU 24 V
110/220 V
800 W
P 800
12 OU 24 V
110/220 V
1000 W
P 1000
12 OU 24 V
110/220 V
1500 W
P 1500
12 OU 24 V
110/220 V
2500 W
P 2500
24 OU 48 V
110/220 V

1- Painel Solar
2-Controlador Solar
3-Baterias
4-Inversor
5-Chave interruptora
6-7- Equipamentos e motores em AC

Trabalhamos com as melhores marcas e modelos

trabalhamos com as melhores marcas do mercado nacional e internacional com diversos modelos de inversores eletrônicos, que tem como característica a menor perda e a melhor proximidade da corrente alternada com "senóide modificada" até modelos de altíssima confiabilidade que exibem uma senóide perfeita denominados "senóide pura".

Um inversor é um aparelho eletrônico que transforma a corrente contínua (CC) da bateria em corrente alternada (CA) equivalente à da casa. Permite usar eletrodomésticos e equipamentos industriais a partir de baterias. Pode ser de tecnologia clássica, de tecnologia HF ou mista; pode gerar onda quadrada, semi-senóidal ou senóidal.
Vamos ver o que significam essas características na prática :
Tecnologia clássica, onda quadrada
A onda quadrada é a forma a mais simples de corrente alternada. Era a única economicamente accessível antes da chegada do transistor e da tecnologia HF. Para inversores 115VCA-60Hz, a corrente passa sem transição de -115V a +115V e vice-versa 60 vezes por segundo (ver gráfico em baixo). É óbvio que o valor máximo da corrente (valor de pico) fica limitado a 115V.

Inconvenientes
1. Peso. Inversores dessa tecnologia usam um transformador BF (baixa freqüência) muito pesado.
2. Não pode alimentar motores. O torque de partida de um motor monofásico depende do valor do pico da onda (162V na onda senóidal de 115VCA). O valor de pico da onda quadrada, limitado a 115V, não permite dar partida a motores.
3. Distorção harmônica (mede,em %, a diferença entre a forma de uma onda e a da senóide pura de mesmo valor). No caso da onda quadrada, a distorção harmônica é máxima. Isso é incompatível com inúmeras aplicações; gera ruídos, aquecimentos e funcionamentos defeituosos.
4. O rendimento é baixo : da ordem de 50%.
Com o desenvolvimento da tecnologia HF, na última década, os inversores "quadrados" estão desaparecendo do mercado. A MBT-Energia Autônoma não comercializa esse tipo de inversor.
Tecnologia HF, onda semi-senóidal
A onda semi-senóidal (também chamada senóide modificada ou quase senóide) tem uma forma intermediária entre a onda quadrada e a onda senóidal pura (ver gráfico em baixo). Todas as vantagens da tecnologia HF vêm da permanência do sinal no valor zero cada vez que o sinal muda de sentido. Isso permite reduzir drasticamente a distorção harmônica, aumentar o valor de pico até o da senóide pura, e aumentar consideravelmente o rendimento. Dessa forma, quase todos os inconvenientes da onda quadrada desaparecem.

Os inversores de tecnologia HF (de high frequency = alta freqüência) e de onda semi-senóidal são atualmente os mais populares por ser baratos, leves, de fácil manuseio, e atender a maioria das necessidades domésticas e profissionais de pequeno porte.
A nova linha XPOWERPLUS, a mais econômica da XANTREX, está essencialmente destinada ao mercado do lazer, para serviços leves e intermitentes, enquanto as linhas da MBT-Energia Autônoma, e da XANTREX (PROWATT), convém para serviços contínuos ou em ambientes mais agressivos (rodoviário, por ex.) ou de grande responsabilidade (equipamentos médicos, por ex.).

Para ajudar a sua escolha, a MBT-Energia Autônoma selecionou vários modelos da XANTREX para compor, junto com os modelos da própria MBT-Energia Autônoma, uma linha completa de inversores entre 150 e 3000W, com entrada 12 ou 24VCC e saída 115 ou 230VCA - 60Hz.
Tecnologia mista, onda semi-senóidal
A tecnologia mista consista em utilizar a tecnologia BF (com transformador pesado) na entrada do inversor e a tecnologia HF na saída para obter uma onda semi-senóidal. Isso permite mais flexibilidade, mais facilidade técnica e custos menores na hora de fabricar inversor-carregadores.

Tecnologia HF, onda senóidal
Senóide pura se diz de uma onda contínua de uma freqüência só, seja : de distorção harmônica nula (gráfico em baixo). É a forma da corrente distribuída pelas redes públicas. Todos os equipamentos elétricos previstos para ser alimentados por essas redes foram projetados de acordo com essa forma de onda. É com inversores de onda senóidal que aparelhos eletro-eletrônicos têm o seu desempenho máximo.

Inversores de onda senóidal são altamente sofisticados e, como conseqüência, são mais caros que os de onda semi-senóidal. São destinados mais especificamente à alimentação de aparelhos sensíveis que não funcionam, ou não funcionam corretamente, com onda semi-senóidal, tais como aparelhos de regulação de laboratório, equipamentos aeronáuticos, aparelhos de teste, certos aparelhos de som ou vídeo, entre outros.

Inversores de onda senóidal não geram ruídos ou distorções em aparelhos de som, vídeo, DVD e estéreo. É a solução ideal para os mais exigentes. Além disso, proporcionam partidas suaves a motores e evitam aquecimentos indesejáveis ou zumbidos desagradáveis. Também, não geram parasitas eletromagnéticos que poderiam interferir com outros equipamentos, em aeronaves, por exemplo.
Na tecnologia HF, os melhores inversores de onda senóidal são hoje, sem duvida, os PROSINE da XANTREX, com potência de 1000 a 2500W. A XANTREX está lançando agora um modelo menor, de 400W, o RS400.


Forma de onda dos inversores
Como escolher o seu inversor
É necessário saber a potência requerida pelos aparelhos que você quer alimentar através do inversor. Os eletrodomésticos geralmente comportam uma etiqueta onde está escrita a potência (em Watt) ou a corrente (em Ampère) que consumem (nesse último caso, basta multiplicar os Ampères pela tensão, 115 ou 230VCA, para saber a potência do aparelho). Também é preciso considerar a potência de entrada do aparelho e não a sua potência de saída.

Exemplo : forno de micro-ondas
Na loja, um forno de micro-ondas se vende pela potência útil, aquela que esquenta a comida. É chamada potência de saída. Mas o sistema de micro-ondas tem um rendimento de aprox. 65% : quer dizer que para ter uma saída de 800W útil, o forno requer 1200W na sua entrada (a diferença é a potência necessária para que o sistema funcione). Se alimentar esse forno com um inversor de 800 ou 1000W, ele simplesmente não funcionará. É preciso um inversor de pelo menos 1200W de potência contínua (ou durante 10 minutos, já que raramente se usa um forno de micro-ondas mais que alguns minutos).

Da mesma forma, para alimentar motores monofásicos de indução através de um inversor, é necessário escolher a potência do mesmo de acordo com a potência de pico do motor e não pela potência contínua (motores de indução, os mais comuns, precisam de uma corrente muito alta na partida, durante uma fração de segundo. Se o inversor não conseguir "passar" esse pico, o motor não funciona mesmo se a sua potência nominal contínua - a única revelada pelo fabricante - é bem inferior à potência do inversor).

Exemplo : compressor de refrigerador
O compressor moderno (EM20 da Embraco) de frigobar comum tem uma potência de 1/12HP ( = 736W ÷ 12 = 61W de potência contínua). Se tentamos alimentar esse compressor por um inversor de 150W, o que parece razoável, não vai funcionar. Praticamente, será necessário usar um inversor de 600W. Por que ? Porque o pico de partida desse tipo de motor é quase 10 vezes a corrente contínua, seja 600W. Diante dessa situação, são duas as atitudes : ou ficar com um inversor superdimensionado (e absurdamente caro em relação ao frigobar) ou fazer com que o inversor compatível com a potência contínua "ignorasse" o pico de partida. Essa última opção foi escolhida pela então STATPOWER, a pedido da MBT, e o pequeno inversor PROWATT 250, de 250W, é, a nosso conhecimento, o único dessa potência no mercado, podendo iniciar um motor de até 1/10HP.

Vale notar que a XANTREX, com a nova linha XPowerPlus combinou as duas atitudes: abaixou drasticamente os preços, o que torna accessíveis inversores mais potentes, e ampliou a potência de pico, o que permite usar inversores menores que antigamente.
Se pensar em usar vários eletrodomésticos ao mesmo tempo, a potência a considerar para a escolha do inversor será a soma de todas as potências. Se usar somente um aparelho de cada vez, deverá ser escolhida a maior potência.


A seguinte tabela traz indicações de uso dependendo da potência do inversor.

Potência (Watt)
Aplicações específicas
Aplicações gerais
150 / 175
TV 14 “, notebook, celular
Lâmpadas PL ou incandescentes
Instrumentos de música, games,
equipamentos de satélite, barbeador, ventiladores pequenos.
Eletrodomésticos leves:
liquidificador, batedeira, ventilador. Lâmpadas PL e incandescentes, bar-
beador, ferro de frisar cabelo.
250/ 400
TV 29 “, 2 vídeos, computador
de mesa + impressora, pequenos
eletrodomésticos, furadeira, ferro
de soldar, máquina de costura,
frigobar (somete o PW 250).
Eletrodomésticos médios:
secador de cabelo, máquina de café,
torradeira, aspirador de pó.
600/700
Eletrodomésticos leves, fer-
ramentas elétricas de mão, aparelhos eletrônicos, refrigerador até
1/8 HP, até 3 vídeos.
Eletrodomésticos pesados:
forno de micro-ondas, refrigerador
e freezer grandes, lavadora e seca-
dora de roupas, lavadora de louças,
forno eleétrico, motores até 1 / 2 HP
ar condicionado até 13500 BTU.
800/1200
Eletrodomésticos leves/médios,
ferramentas elétricas de mão,
aparelhos eletrônicos, pequeno
forno de micro-ondas, refrigera-
dor e freezer até 1/6 HP, linha
de até 8 computadores.

Ferramentas elétricas de mão:
serra circular e tico-tico, furadeira,
lixadeira, esmerilhadeira, politriz,
pequeno compressor de ar,
cortadeira de grama.

1500 / 1750

Eletrodomésticos médios,
ferramentas elétricas de mão,
aparelhos eletrônicos,
forno de micro-ondas comum,refrigerador e
freezer até 1/3HP, ar con-
dicionado até 7500 BTU.

Aparelhos eletrônicos :
TV, vídeo, som, games, instrumentos
musicais, equipamento de satélite,
computador, impressora, máquina de
fax, máquina de escrever.
3000
eletrodomésticos pesados, fer-
ramentas elétricas de bancada,
aparelhos eletrônicos.
eletrodomésticos pesados, fer-
ramentas elétricas de bancada,
aparelhos eletrônicos.
Solprime - A maior empresa brasileira em energia Fotovoltáica - Fones: (11) 4996-1001 - 2228-7478 - 8336-1702 - Santo André - SP